pConhecido como co-working de moda no strongSão Cristóvão/strong, a strongMalha/strong vem se tornando um verdadeiro emhub /empara quem quer (re)pensar o tema. E se você está no time dos que vem reconsiderando seus hábitos de consumo, vai gostar de acompanhar a novidade da vez./p
pEm parceria com o strongInstituto Camp;A/strong, o cofundador do espaço strongAndré Carvalha/strongl #8211; a href=”http://ift.tt/2uW2GU1″ target=”_blank” rel=”noopener noreferrer”emtambém a frente da novíssima AHLMA/em/a #8211; vem conduzindo uma série de estudos dedicados à emNova Era da Moda/em. Aliás, foi este o tema do primeiro relatório divulgado no dia 25 de maio, que André apresentou ao lado de strongLuísa Santiago/strong, presidente da strongEllen MacArthur Foundation/strong no Brasil, em uma conversa que mostrou como as constantes mudanças no mercado e no comportamento do consumidor estão movimentando o mundo. No dia, empresas como a marca de emupcycling/em strongMig/strong strongJeans/strong e a plataforma de financiamento coletivo strongBenfeitoria/strong apresentaram seus emmodus operandis/em, reforçando a tese de que o indivíduo hoje está somando forças para causar menos danos ao meio ambiente./p
p“Esses eminsights/em que estamos disponibilizando são frutos do nosso processo de cocriação com os membros da Rede Malha e das observações que estamos colhendo na sociedade. Todo o conteúdo aborda quatro emdrivers/em principais: geração emmillenials/em, hiperconectividade, a sustentabilidade como sobrevivência e ativismo de marca”, destacou. O estudo porém, era apenas a largada para uma sequência que será divulgada e liberada gratuitamente no site a href=”http://ift.tt/2uozs32″malha.cc/cea/caderno/a.  São eles o emO Poder do Self – Narrativas Identitárias/em, emO Poder dos Comuns – O Fim das Instituições/em, emO Poder do Planeta – Novas Cadeias de Valor/em, emO Poder das Máquinas – Tecnocracia/em e emO Poder do Gênero – Sexualidade e Expressão/em e o recém-lançado strongemIdentidades Fluidas – O poder do Eu/em./strong Nele, a construção e a expressão da identidade dos indivíduos dá o tom, abordando como ela está remixada, bem como as principais tendências de comportamento e consumo decorrentes dela. O material traz dados e casos que aproximam quem lidera esses movimentos de quem consome tendências./p
pNo dia, a fundadora da strongCasa Sou.l/strong, Carol Bergier entrou com um pouco de sua experiência com as transformações e mudanças. Carol foi integrante da indústria da moda e hoje apoia pessoas que buscam trabalhos que regenerem a vida na Terra, que sejam coerentes, individualmente ou em grupo. “Precisamos nos reinventar tão rápido, que estamos nos encaminhando para um momento de não modelos, sem uma forma específica”, conta./p
pBoas novas seguirão saindo dos encontros. A dica é ficar ligado nastrong página da Malha/strong, já que, além de abertos, strongos encontros são transmitidos ao vivo no Facebook do Instituto Camp;A/strong./p
pO post a rel=”nofollow” href=”http://ift.tt/2uXXfUv”Novos hábitos de consumo do carioca inspiram série de relatórios gratuitos/a apareceu primeiro em a rel=”nofollow” href=”http://ift.tt/2qkBSKg”Agenda Carioca/a./p
brbr
from Agenda Carioca http://ift.tt/2uXXfUvbr